a experiência fotográfica

Entre o formato analógico e o digital, não faltam opiniões e pontos de vista que defendem um ou o outro.

120mm, lomos, instantâneas e dispositivos móveis. O suporte de cada câmera influi decisivamente no ato de fotografar, mas ainda não afeta aquilo que nos move em direção à fotografia: o compartilhamento de um olhar.

Em geral, quem prefere o formato tradicional alega que a fotografia em película possibilita uma experiência única ao fotógrafo, tanto no que diz respeito ao próprio ato de fotografar e não poder conferir o resultado imediatamente – o que costuma gerar um cuidado e precisão maiores antes de disparar o botão – quanto ao processo de revelação dos negativos, que certamente garante uma compreensão esclarecedora acerca dos processos físicos que permitem que uma fotografia analógica exista, em primeiro lugar.

Já os partidários da “nova fotografia”, que seria aquela feita a partir de dispositivos digitais e móveis, como tablets e celulares, acreditam que estes mesmos dispositivos democratizam o exercício fotográfico, tornando esta uma atividade viável para quem não dispõe de recursos financeiros para viabilizar a compra de diversos rolos de filme e o próprio processo de revelação das fotografias analógicas. Além disso, os suportes fotográficos digitais são ferramentas que possibilitam a difusão imediata das histórias que acontecem ao nosso redor, fator relevante em tempos hiperconectados como o que vivemos atualmente.

“Não existe foto mobile, iphoneografia, fotografia móvel e outros nomes que tentam expressar algo que continua o mesmo: A criação e difusão de imagens. A diferença entre a mobgrafia e a fotografia é apenas a possibilidade de se captar, editar e compartilhar em tempo real aquilo que se viu, coisa que a fotografia tradicional ainda não conseguiu, mas no momento em que isso acontecer, tudo será o que sempre foi: Fotografia.” (Manifesto mObgráphico)

Escolhas estéticas e revoluções tecnológicas podem nos deixar confusos, mas Vint Cerf, vice-presidente do Google e co-criador da web, tem uma sugestão que se aplica a todos, independente do suporte fotográfico de sua preferência: é melhor começar a imprimir suas fotos preferidas.

Segundo ele, nossos arquivos digitais podem ser perdidos em algum momento da história, à medida que hardware e software se tornem obsoletos. “Formatos antigos de documentos que criamos ou apresentações podem não ser compatíveis com a última versão de um software porque a compatibilidade retroativa não é sempre confiável”, disse, em entrevista à BBC. Fica a dica.

Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
free online course
download lava firmware
Download Premium WordPress Themes Free
lynda course free download